5 de agosto de 2009

INTERAÇÃO DROGA- NUTRIENTE



Ocorre quando há um desequilíbrio de nutrientes por ação de um medicamento, ou quando um efeito farmacológico é alterado pela ingestão de nutrientes ou pelo estado nutricional do paciente.
Em nosso corpo, os medicamentos e os nutrientes percorrem o mesmo caminho de absorção e metabolização, o que propicia possíveis interações. A interação pode ser do alimento no medicamento ou do medicamento nos nutrientes, sendo uma via de mão- dupla. Os alimentos podem interferir na ação dos medicamentos de diversas maneiras, sendo o mais comum influenciar na absorção dos medicamentos. Os nutrientes ou os componentes do alimento podem interferir no metabolismo do remédio, ou no modo como ele é decomposto no organismo. Por fim, os medicamentos podem afetar o modo como o organismo elimina os medicamentos.
Alguns medicamentos interferem na absorção de nutrientes podendo afetar o uso ou a eliminação de nutrientes pelo organismo. O infinito número de fontes alimentares de nutrientes e o número crescente de medicamentos aumenta a probabilidade de efeitos indesejáveis entre eles. É importante colocar que embora todos pacientes possam sofrer esse tipo de interação, idosos, imunodeprimidos e pacientes criticamente doentes são mais sujeitos, bem como pacientes recebendo dieta via enteral e o reconhecimento destas interações é essencial no cuidado de um paciente. Sua significância clínica e ocorrência vão depender: da quantidade usada do fármaco, quantidade do consumo do alimento, idade, sexo, estado clínico e físico do paciente, uso de dietas especiais e de suplementos nutricionais. Para isso é importante que você informe ao nutricionista todos os remédios que faz uso contínuo e leia sempre bulas de medicamentos para evitar certas carências nutricionais e diminuição ou exacerbação do efeito farmacológico.

Um comentário:

S2 k i m i S2 disse...

explique o pk do medicamento e como ele pode ser absorvido no estômago ja q o ph do estomago é mais acido